Scrum, uma solução viável à sua empresa

Por Rodrigo Recchia

O Scrum é um framework que faz parte do desenvolvimento ágil de projetos, possibilitando às empresas um retorno de investimento, muitas vezes, mais rápido do que nas metodologias convencionais. Isso o torna, à primeira vista, atrativo para as empresas que buscam alternativas rápidas e eficazes para atender tendências de mercado e ter a capacidade de responder às mudanças. Um Time Scrum é formado por três papéis: o Product Owner (Dono do Produto), é ele quem define os itens que devem ser desenvolvidos para um projeto e tem autoridade, inclusive, em relação à alta gerência; o segundo papel é do Scrum Master, este age como mentor do Dono do Produto facilitando a priorização dos itens que serão desenvolvidos em um projeto, auxiliando o Time de Desenvolvimento e difundindo o Scrum na empresa; como terceiro papel, tem-se o Time de Desenvolvimento, composto de 3 a 9 pessoas, também chamados de desenvolvedores, os quais possuem habilidades suficientes para completar o trabalho a eles destinado, em um período, geralmente, de 2 a 4 semanas, chamado de Sprint. Mas afinal, quais os benefícios que uma equipe Scrum pode trazer para sua organização? Essa pergunta tem várias respostas, já que o Scrum pode ser aplicado em projetos dos mais variados tipos e tamanhos. Como exemplo, citamos uma empresa cujo foco é realizar uma campanha para acompanhar as tendências do mercado, ou então, uma empresa com a necessidade de criar um produto de forma rápida e eficaz para seus clientes. No framework Scrum, em cada Sprint, ou seja, em cada ciclo de trabalho, o serviço deve estar completo e pronto para ser implementado no mercado. No caso da primeira empresa, uma equipe de 3 a 9 pessoas pode desenvolver uma campanha publicitária em poucas semanas, comprometendo-se com o trabalho e entregando ao solicitante a campanha desejada, sem romper, é claro, a interação com seu patrocinador (sponsor). Já para a segunda empresa, tem-se a criação de um novo produto, a qual requer mais que 4 semanas de trabalho para a sua finalização. Neste caso, a empresa pode, a cada ciclo, entregar parte do produto a seus patrocinadores e ter dentro de poucos meses um produto completo e comercializável. Apesar dos exemplos acima, cabe ressaltar que a abordagem deste artigo não é explicar detalhadamente o Scrum, mas sim apresentar duas possibilidades de trabalho para sua aplicação, através de equipes de trabalho auto-organizadas e autogerenciadas, de forma a propiciar, assim, um resultado de alto valor agregado para a empresa. Neste framework, são envolvidos todos os stakeholders do projeto, ou seja, os executivos, a gerência e também o Time Scrum, o qual conta com o Dono do Produto (responsável pelos itens do produto), com o Scrum Master (responsável por facilitar a implantação do Scrum) e com a Equipe de Desenvolvimento (responsável pelo desenvolvimento do produto por completo). Para a aplicação do Scrum, é importante que se tenha uma avaliação e um estudo de sua implantação em cada caso particular, já que há uma mudança cultural na forma de trabalho, o que exige adaptação dos colaboradores. Independe do tipo de projeto elaborado, o Scrum pode ser uma ferramenta extremamente útil à sua empresa, por trazer resultados completos e com alto valor agregado em um curto espaço de tempo.

Deixe uma resposta

Seu email não foi publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>